GRUPO CENTRAL

TERCEIRA

[38° 43' N 27° 12' O]


A ilha tem as dimensões aproximadas de 29 km de comprimento por 18 km de largura, medindo o seu perímetro 90 km. Tem uma área de 402,2 km2 e registou uma população de 55.833 habitantes (2011). O seu ponto mais alto está a 1021 metros acima do nível do mar, localizado na serra de Santa Bárbara, no lado Oeste.

A Terceira é uma das cinco ilhas dos Açores que integram o chamado "Grupo Central". Inicialmente foi denominada de "Ilha de Nosso Senhor Jesus Cristo das Terceiras", sendo o centro administrativo das Ilhas Terceiras, como era designado o arquipélago dos Açores. A designação Terceiras aplicava-se a todo o arquipélago do Açores visto terem sido as terceiras ilhas descobertas no Atlântico - o arquipélago das Canárias era designado de Ilhas Primeiras e o arquipélago da Madeira por Ilhas Segundas. Com o decorrer dos anos esta ilha passou a ser conhecida apenas por Ilha Terceira.

Ao longo da sua história, a Terceira desempenhou um papel de grande importância no estabelecimento e manutenção do Império Português, devido à sua localização geoestratégica em pleno Atlântico Norte.

A ilha é atravessada pelo rifte da Terceira, uma estrutura geológica associada à junção tripla entre as placas tectónicas euroasiática, africana e americana.

Os naturais e habitantes da Terceira chamam-se “terceirenses”.

* * *

SÃO JORGE

[38° 37' 40" N 28° 1' 2" O]

A ilha de São Jorge é uma ilha situada no centro do Grupo Central do arquipélago dos Açores, separada da ilha do Pico por um estreito de 15 km - o canal de São Jorge. A ilha tem 53 km de comprimento e 8 km de largura, sendo a sua área total de 237,59 km², e tem uma população de 8997 habitantes (2011). Administrativamente, a ilha é constituída pelos concelhos da Calheta, com 5 freguesias, e Velas, com 6 freguesias. Tem 3 vilas: Velas, Calheta e Vila do Topo.

A grande particularidade desta ilha são as Fajãs, quase todas habitadas mas de acesso muito difícil. Na costa Norte, destacam-se as Fajã do Ouvidor, Fajã da Caldeira de Cima, Fajã da Ribeira da Areia, Fajã dos Cubres e Fajã da Caldeira de Santo Cristo. Na costa Sul, as mais importantes são a Fajã dos Vimes e a Fajã de São João.

Os naturais e habitantes de São Jorge chamam-se “jorgenses”.

* * * 

PICO

[38° 28' 19" N 28° 21' 50"]

A Ilha do Pico é a segunda maior ilha do Arquipélago dos Açores. Dista 8,3km da Ilha do Faial e 15 km da Ilha de São Jorge. Tem uma superfície de 447 km², uma linha de costa com 151,84 km de comprimento, e um total de 31 ilhéus, entre grandes e pequenos. Conta com uma população residente de 14 806 habitantes (em 2001). Mede 42 km de comprimento por 20 km de largura.

Deve o seu nome a uma majestosa montanha vulcânica, a Montanha do Pico, que culmina num pico pronunciado, o Pico Pequeno ou Piquinho. Esta é mais alta montanha de Portugal e a terceira maior montanha que emerge do Atlântico, atingindo 2 351 metros acima do nível do mar.

Administrativamente, a ilha é constituída por três concelhos: Lajes do Pico e Madalena, ambos com seis freguesias, e São Roque do Pico, com cinco freguesias.

Os naturais e habitantes do Pico chamam-se “picoenses” ou “picarotos”.

* * *

GRACIOSA

[28° 05’ W e 39° 05’ N]

A Graciosa é uma ilha situada no extremo noroeste do Grupo Central, a 37 km nordeste da ilha de São Jorge e 60 km noroeste da Terceira. Tem uma área aproximada de 60,66 km² e formato grosseiramente oval, com 12,5 km de comprimento e 7,5 km de largura máxima. É a menos montanhosa das ilhas açorianas, atingindo 405 metros de altitude máxima no bordo sul da Caldeira. Esta baixa elevação confere à ilha um clima temperado oceânico, caracterizado pela menor pluviosidade do arquipélago. A baixa pluviosidade leva à relativa secura da ilha, o que lhe dá no fim do estio uma tonalidade esbranquiçada, que associada ao casario branco das povoações lhe deu o epíteto de "ilha Branca", que lhe foi atribuído por Raul Brandão na obra "As Ilhas Desconhecidas" (1926).

Tem 4 391 habitantes (2011), na maioria concentrados na sede do único concelho da ilha, a vila de Santa Cruz da Graciosa, cujo centro histórico constitui, pela riqueza e equilíbrio da sua arquitectura, uma zona classificada.

A ilha da Graciosa é considerada Reserva da Biosfera reconhecida pela UNESCO. +INFO

Os naturais e habitantes da Graciosa chamam-se “graciosenses”.

* * *

FAIAL

[38° 34' 37" N, 28° 42' 10" W]

A ilha do Faial situa-se no extremo ocidental do Grupo Central do arquipélago dos Açores, separada da ilha do Pico por um estreito braço de mar com de 8,3 km de largura, conhecido por canal do Faial. A ilha tem a forma aproximada de um pentágono irregular, com 21 km de comprimento no sentido leste-oeste e uma largura máxima de 14 km, a que corresponde uma área de 172,43 km². A população residente é de 15 063 habitantes (2001), a maioria dos quais na Horta, cidade onde se localiza o parlamento açoriano e sede do único concelho da ilha. 

O Porto da Horta foi um importante entreposto nas ligações marítimas e aéreas (hidroaviões) e por cabo submarino no Atlântico Norte, mantendo uma actividade relevante como porto comercial e local de escala de iates nas travessias entre o continente americano e a Europa. A ilha é localmente conhecida por ilha Azul, designação que foi popularizada a partir da descrição de Raul Brandão em As Ilhas Desconhecidas.

Os naturais e habitantes do Faial chamam-se “faialenses”.

VOLTAR