"Ranço"

7,21 €

Descrição

«A poesia de Jorge Aguiar Oliveira sobressaiu, desde sempre, pela vontade de mostrar a ruga, desmaquilhando a realidade, fazendo cair máscaras e trajes, dando a ver com especial crueza as entranhas dos seus temas. Ranço é uma recolha de duas dezenas de poemas onde está em evidência o declínio de um país. Se é verdade que sempre esse declínio se insinuou nos versos do autor, nunca como nestes poemas ele apareceu de forma tão explícita. Digo isto por notar uma certa inflexão temática na poesia de Jorge Aguiar Oliveira que, sem se afastar por completo do fatalismo erótico e da encenação trágica da sexualidade num contexto de opressões sociais, culturais, religiosas, aproxima-se muito mais, nestes poemas, da paisagem política e dos seus podres mais do que evidentes.» (Henrique Fialho)

Sobre o autor: Jorge Aguiar Oliveira Tondela (1956)
Do autor:
2013 - Inclusão do poema “António Botto” – que veio a público no livro Faróis, em 1990, e mais tarde incluído em «Homens sem soutien», 2002 – na antologia poética «Em Lisboa, sobre o mar.» Edição Fabula Urbis.
5 fotografias do autor, para o romance de Carlos Alberto Machado «Hipopótamos em Delagoa Bay». Edição abysmo.
2010 - «Insónia em segunda mão». Poemas escritos entre 2004 e 2008. Edição de Autor.
2004 - «João Alves». Poesia. Edição de Autor.
2002 - «Homens sem soutien». Agrupa poemas escritos e editados entre 1983 e 1999.
Edição de Autor.

 

Ano: 2014

Editora: Companhia das Ilhas

Colecção: Azulcobalto

Género: Poesia

Idioma: Português

Dimensões: 11x15cm

Número de páginas: 56

Capa Mole