"A borbulha no rabo. Poemas terríveis para meninos terríveis"

14,42 €

Descrição

Entre o proibido e o autorizado, dos meninos bem comportados aos meninos terríveis, a linguagem destes poemas revela um humor a dizer-nos como não é preciso ter vergonha de quase nada. A versão portuguesa do poeta Helder Moura Pereira recria admiravelmente o original, com um humor muito próprio, numa linguagem rigorosa e inventiva.

Sobre o autor: Gez Walsh é um animador pedagógico que granjeou forte reconhecimento no Reino Unido graças a uma abordagem da poesia como meio para desenvolver nas crianças as suas capacidades de comunicação. De resto, Walsh terá começado a brincar com rimas e jogos de palavras para curar a dislexia de um filho.
A sua poesia recorre a uma linguagem infantil sem tabus, dando mesmo a ilusão de que o enunciador é, em simultâneo, participante e espectador. Que é possivelmente o que acontece a todos os adultos que não se esquecem da sua própria infância e têm os ouvidos atentos à realidade sonora da comunicação. Por outro lado, a moral da história nunca é definida por modelos (o politicamente correcto, o cuidadosamente religioso...), antes dá espaço para a diferença se entender com a provocação e se desvia com confiança de um bom tom que qualquer escola que se preze deseja garantir, por exclusão.

HELDER MOURA PEREIRA - Poeta que não precisa de carta de apresentação, Helder Moura Pereira é igualmente tradutor, responsável por excelentes versões portuguesas de obras de autores como Sade, Charles Baudelaire, W. H. Auden, D. H. Lawrence, Ernest Hemingway, Jorge Luis Borges, Sylvia Plath, Ted Hughes, Guy Debord, Jorge Edwards, John Berger, Teju Cole e Ali Smith.
Na Companhia das Ilhas publicou Eu Depois Inventei o Resto (poemas, Junho de 2013)

 

Ano: 2013

Editora: Companhia das Ilhas

Colecção: Do Outro Lado do Espelho

Género: Poesia (para crianças e jovens)  

Idioma: Português

Tradução: Helder Moura Pereira

Dimensões: 11x15cm

Número de páginas: 96

Capa Mole