"Rufina"

11,32 €

Descrição

Maria Rufina embarcou para os Açores em 1880, para aí viver com duas tias, depois de, ao ter ficado órfã, ter sido internada no hospício de alienados de Recife-Olinda. Em Ponta Delgada casou-se, nasceu-lhe um filho, para, cinco anos depois, na bancarrota de Portugal, o marido falir e suicidar-se. Duas alternativas restaram a Rufina. Ao decidir entre elas, escolheu a pessoa que seria, abriu um futuro ao filho, como ainda estabeleceu o sentido por que este a interrogou para se orientar na crise política do país no início do séc. XX.

Sobre o autor: Miguel Soares de Albergaria é autor do ensaio Condições do Atraso do Povo Português nos Últimos Dois Séculos; de alguns artigos publicados em revistas multidisciplinares – entre os quais uma trilogia sobre a condição civilizacional do Ocidente – de outros artigos em publicações especializadas em filosofia; e do texto dramático as Cinco Batalhas de Coimbra. Escreve regularmente sobre ciência, tecnologia e sociedade nos jornais Ciência Hoje (desde 2014) e Correio dos Açores; tem publicado pontualmente textos de opinião sobre questões políticas. Mantém o blogue Aberturas. Nasceu em 1963, vive em Ponta Delgada.