"Frei Gigante"

20,51 €

Descrição

Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico    + INFO

Património da Humanidade da UNESCO (2004)

A História atribui a Frei Pedro Gigante o cultivo das primeiras cepas na ilha do Pico, no final do século XV. As castas que se adaptaram melhor – Arinto, Verdelho e Terrantez – continuam a ser plantadas nas fissuras da lava basáltica e a ser protegidas da salsugem do mar pelos muros dos currais. O trabalho é árduo para que a paisagem da vinha continue a a ser o orgulho dos picarotos, que fizeram uma obra colossal reconhecida pela Unesco como Património Cultural da Humanidade.


O vinho, delicadamente perfumado, fresco e surpreendente na boca, é o espelho de um terroir perfeito, no meio do atlântico, que o saber dos frades, o suor dos picarotos e a enologia do séc. XXI tornaram único no mundo. Vinho de cor palha, com laivos dourados, aroma frutado, ligeiramente tostado, com tons a mel, sabor a frutos tropicais, suportados pela vivacidade da acidez. Conjunto intenso, com persistência equilibrada.

Teor alcoólico: 13,5% Vol.

Sugestões: Servir a 10-12ºC, com pratos de peixe e carne, bem como queijos de pasta mole. Abrir a garrafa com 5-10 minutos de antecedência.

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE VINHOS DOS AÇORES